Clésio Andrade

Desvio de 20 milhões é crime grave a ser punido, segundo Clésio

Entre 2011 e 2012, ao menos quatro ex-dirigentes do SEST SENAT, instituição pertencente à Confederação Nacional do Transporte, cometeram o desvio de 20 milhões de reais. O crime foi descoberto em setembro de 2014 pela Procuradoria Geral de Justiça do Brasil, conhecida como Ministério Público Federal.

Inicialmente a investigação apontou Clésio Andrade como suspeito, mas isso já foi descartado. Afastado da presidência da CNT desde abril daquele ano, Clésio Andrade voltou de férias para prestar esclarecimentos à polícia, e colaborar com as investigações que apuram o desvio dos 20 milhões.

Clésio Andrade

Clésio Andrade ajuda a esclarecer desvio de 20 milhões

Em depoimento à imprensa após sair da delegacia, Clésio Andrade deixou clara a disposição de colaborar com a justiça. “O que posso adiantar é que como presidente da Confederação Nacional do Transporte, estou licenciado desde abril e no dia de hoje reassumo minhas funções, determinando uma sindicância interna para apurar que se tido isso (desvio de 20 milhões) os diretores possivelmente investigados sejam afastados até a apuração final”.

Clésio Andrade está na presidência da CNT desde 1993, depois de passar cinco anos à frente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte e mais seis na presidência da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, a NTU, criada por ele. O ex-senador é apontado pelos presidentes das federações estaduais, e também pelos sindicatos do transporte e empresas de todo país como o grande responsável pela modernização e reconstrução da entidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s