Clésio Andrade

Clésio Andrade: Desvio de 20 milhões tem que ser punido

Quatro ex-dirigentes do Serviço Social do Transporte e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte, o SEST SENAT, foram presos em 2014 por suspeita de corrupção. De acordo com investigação da Procuradoria Geral de Justiça – Ministério Público, ao longo de 2011 e 2012 houve o desvio de R$ 20 milhões dos cofres do SEST SENAT.

Afastado desde abril de 2014 da presidência da Confederação Nacional do Transporte, a CNT, o ex-senador Clésio Andrade se apresentou voluntariamente, de muletas, quando soube das prisões para prestar depoimento e auxiliar nas investigações. Clésio Andrade estava cuidando da saúde no sul de Minas Gerais.

Clésio Andrade

Desvio de 20 milhões de reais: investigados foram afastados imediatamente

Clésio Andrade disse à época, “o que posso adiantar é que como presidente da Confederação Nacional do Transporte, estou licenciado desde abril e no dia de hoje (19 de setembro de 2014) reassumo minhas funções, determinando uma sindicância interna para apurar que se tido isso (desvio de dinheiro) os diretores possivelmente investigados sejam afastados até a apuração final”.

Presidente da CNT desde 1993, Clésio Andrade é apontado pelos presidentes das federações estaduais, e também pelos sindicatos do transporte e empresas de todo país como o grande responsável pela modernização e reconstrução da entidade. Foi a partir da gestão da CNT que a Confederação parou de fazer política e começou a investir nos trabalhadores, com a criação, idealizada por Clésio Andrade, do SEST SENAT, voltados para a educação dos funcionários do ramo do transporte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s