Clésio Andrade

Clésio Andrade alertou para gravidade da crise em 2014

Em fevereiro de 2014, quando o torcedor ainda discutia se o Brasil terminaria o ano com o hexacampeonato na Copa do Mundo, Clésio Andrade já alertava para a chegada da crise econômica que aflige o Brasil. O emprego no país ainda era pleno, mas a perspectiva de uma legião de desempregados preocupava o presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Com a carência do setor de cargas de motoristas profissionais, era possível transformar um limão em uma limonada, e foi isso que Clésio Andrade propôs com a CNH gratuita.

Clésio Andrade

CNT pagou habilitação para 50 mil jovens carentes

“Essa iniciativa do Sest Senat pretende atender uma demanda do mercado de transporte. Nos últimos anos, as empresas estão tendo dificuldades em contratar profissionais, e a nossa ideia é suprir essa carência. Além disso, com a gratuidade da formação e da CNH, também garantimos ao jovem uma profissão, e cumprimos com os nossos objetivos institucionais de desenvolvimento profissional e social”, disse Clésio Andrade em entrevista à imprensa em 2014.

Os requisitos para participação do programa CNH gratuita eram simples: ser maior de idade, ter renda familiar inferior a três salários mínimos, domínio básico da leitura e da escrita e ser participante de um dos mais de 100 cursos gratuitos oferecidos pelo SEST SENAT, entidades ligadas à CNT. Além disso, bastava assinar um termo se comprometendo a trabalhar no setor de transporte após a habilitação. Foram oferecidas 50 mil vagas para o projeto, que teria carga horária de 160 horas para motoristas de ônibus e caminhão. A seleção foi feita usando as unidades da CNT/SEST SENAT, sindicatos e empresas de caminhão e de ônibus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s